Exercício cênico, realizado no Teatro Poeirinha, resultante da residência artística idealizada pelos artistas Jezebel de Carli e Silvero Pereira, cujo objetivo foi uma experimentação prática no campo da criação teatral a partir de dispositivos de gênero e performatividade. Os materiais expressivos apresentados operam segundo re-escrituras pessoais e sobre corpos desviantes possíveis de transgredir a lógica masculino e feminino. Corpos éticos e políticos. Montarias para inventar gestos e ações que possam romper com as normas compulsórias de gênero e sexo. Humano e Denúncia. Transbordamento. Trans, Travessia. Mudança. Abundância. Corpos em risco.
29/08/2016.
Mais informações sobre o trabalho nas páginas do Teatro em Cena e do Controversa Coletivo.
Back to Top